As redes sociais têm ganhado cada vez mais espaço em nosso dia a dia. Elas adquiriram uma importância enorme em todas as áreas da nossa vida, e com certeza, até mesmo em nossa espiritualidade. Através das mídias sociais podemos construir uma comunicação direta com o público, não à toa, acreditamos que a comunicação tem o poder de gerar comunhão!

Neste artigo, você irá conferir 5 formas diferentes de trabalhar com o conteúdo dentro das suas mídias sociais, com o intuito de proporcionar essa comunhão com o amor de Deus!

 

1 – Conteúdo Informativo

O primeiro tipo de conteúdo que vamos apresentar é o informativo. As pessoas acessam as redes sociais diariamente, de diferentes lugares e dispositivos, e na maioria das vezes, elas estão à procura de alguma informação.

É nosso dever propagar no mundo católico informações que estejam em conformidade com a Santa Igreja e proporcionem aos fiéis um verdadeiro encontro com a Verdade Encarnada.

Nos perfis administrados pela Adora, buscamos sempre transmitir informações estritamente coerentes com a verdade da fé. Como, por exemplo: a vida dos santos, solenidades e festas litúrgicas, significado das celebrações, ensinamentos do Santo Padre, etc.

Além disso, transmitimos aquelas informações que são importantes para os nossos clientes, como o horário da celebração dos sacramentos, programações especiais, lançamentos e assim por diante.

O importante é que toda essa informação seja disponibilizada de um jeito simples, conciso e direto. Deixe os textos mais complexos para os blogs.

 

2 – Conteúdo de Entretenimento

No entanto, as pessoas que estão na rede não estão apenas em busca de informação, mas também de diversão! O ser humano precisa de momentos de lazer e descontração, e com certeza, ele está à procura disso, nas redes sociais.

Esse entretenimento nunca deve ser visto como uma inutilidade, posts que são carregados de bom humor sempre conquistam o público!

Veja como exemplo este post que elaboramos para o perfil @adocaoespiritual:

 

 

3 – Conteúdo que gere Identificação

Este ponto é crucial! Um dos maiores erros dos perfis em mídias sociais é que eles não sabem conversar com o seu público. Conheça com quem você está falando e converse diretamente com ele! Além do mais, as redes sociais são uma forma de relação entre pessoas!

Como exemplo, escolhemos citar o Exército de São Miguel do Instituto Hesed! Sabemos que o público da Hesed é um Exército poderoso, pronto para enfrentar qualquer batalha, por isso, cada post busca conversar especialmente com os membros desse Exército.

4 – Conteúdo que conta história

Mais do que uma narrativa, a proposta é contar uma história usando técnicas que transmitam nossa mensagem de uma forma marcante, ou seja, com impacto!

Para contar uma boa história é preciso saber trabalhar com os elementos da narrativa — personagem, ambiente, conflito — organizando-os para uma finalidade específica. A história precisa ter começo, meio e fim, e deve se conectar com o leitor desde a primeira linha até o ponto final.

Como exemplo, separamos esta legenda elaborada para o Festival Halleluya (@festivalhhalleluya):

“Era 2017, uma quinta-feira, adoração no Festival Halleluya. Milhares de jovens reunidos, cada um com sua história e suas experiências; seus jeitos e perspectivas, mas todos voltados para o mesmo objetivo: conhecer, amar e adorar a Deus.
Em meio às graças que eram derramadas, às curas e experiências pessoais que iam acontecendo, uma chuva começou.
.
Como de costume, todos os que estavam ali diante de Jesus foram procurando uma parte coberta para se protegerem dela que, em poucos minutos, poderia se intensificar.
Alguns olhares se dispersaram, as circunstâncias mudaram e um movimento diferente foi se formando.
.
Acontece que naquele momento, um grande testemunho foi dado. Alguém havia permanecido na chuva, mesmo desprotegido, mesmo vulnerável a ela. Era Moysés Azevedo, nosso fundador. Um verdadeiro homem de Deus, fiel mesmo em meio à tempestade.
Moysés soube permanecer na presença do Senhor, independente das circunstâncias, independente dos desafios.
.
Nada foi capaz de interromper aquele encontro. Nada foi capaz de tirar nada foi capaz de tirar seus olhos do Senhor. Nada.
Moysés permaneceu na mesma posição, de joelhos, em oração.
.
Quantas vezes, por mudanças, pelas circunstâncias você tirou o seu olhar de Deus?
.
A realidade muda o tempo todo. Ora chove, ora faz sol. Dias de batalhas e dias de vitórias. Nós mesmos mudamos...
Este ano, viveremos um Halleluya diferente, mas que continua com a essência e o propósito do Festival Halleluya.
Uma verdadeira multiplicação: um Halleluya em cada casa.
.
As circunstâncias são outras, o formato é diferente, o tempo já não é o mesmo. As pessoas, o local, as atrações, a estrutura… tudo será diferente. Mas uma coisa não pode ser mudada: o seu desejo de Deus, de encontro com Ele.
.
O Halleluya não será diferente por essas circunstâncias físicas e temporais, mas pela experiência que proporcionará.
.
Sem toda a agitação, sem muito barulho, sem encontro presencial, sem viagens… e, com certeza, com muito SENTIDO. Um sentido que só encontramos em Deus.
.
A decisão é SUA: ser levado pelas circunstâncias ou manter o permanecer e viver a obra nova.
👉🏻Dia 12 de dezembro, às 18h30.
.
📲Acesse o link da bio e saiba mais!”

 

Agora é a sua vez de colocar todas essas dicas em prática!

Deixe seu comentário

Post relacionados