Pe. Marcio Fernando França, presbítero diocesano, pertencente a Arquidiocese de Londrina, Paraná, em entrevista para a Adora, divide sua experiência de capacitação para o serviço à Igreja e ao Povo de Deus.

Antigo Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Alvorada do Sul, Pe. Marcio concluiu o Mestrado em Direito Canônico no Pontifício Instituto de Direito Canônico do Rio de Janeiro – Extensão Londrina. Com o término do Mestrado, decidiu ir além nos estudos buscando se aperfeiçoar mais sobre as Leis da Igreja.

No ano de 2016, em conversa com Dom Orlando Brandes, na época Arcebispo de Londrina, foi autorizado a fazer o doutorado na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma. Na belíssima capital italiana, reside no Colégio Pio Brasileiro, residência de sacerdotes das diversas regiões do Brasil, que vão para a “Cidade Eterna” estudar nas várias Universidades eclesiásticas e nas mais diversas áreas da Teologia.

A missão de estudar é resumida por Pe. Marcio nesta frase: “A Arquidiocese precisa de padres formados. É preciso se capacitar para algumas funções específicas, para melhor servir a Igreja e o Povo de Deus. Por isso, estou ausente da Arquidiocese por um tempo, em vista da formação permanente e desta capacitação”.

Com isso, a Igreja de Londrina recebe uma grande graça de Deus, pois poderá contar com um padre formado e capacitado para exercer diversas atividades relacionadas ao Direito Canônico na Arquidiocese (Tribunal eclesiástico, Mestrado em Direito Canônico, Universidade, paróquia).

 

Cidade de Roma como local de formação

Berço da civilização ocidental e do Direito Romano, a cidade de Roma possui ligação com a cidade de Londrina. A Arquidiocese de Londrina é a sede do Mestrado em Direito Canônico, uma extensão do Pontifício Instituto de Direito Canônico do Rio de Janeiro, agregado a Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, uma das mais importantes universidades eclesiásticas do mundo.

Assim, além de ser um período de formação humana, intelectual, espiritual, é também uma oportunidade para estreitar os laços entre o Instituto de Londrina e a Universidade a qual está agregado e, consequentemente, fortalecer a comunhão da Igreja.

Que possamos, diante deste exemplo do Pe. Marcio, buscar maior preparação e aperfeiçoamento para o serviço a Deus e a sua Igreja! Devemos oferecer o melhor de nós na missão evangelizadora!

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Post relacionados