São Francisco Xavier nasceu no castelo de Xavier, na Espanha, no dia 7 de abril de 1506. Seu pai se chamava Juan de Jasso e era um aristocrático conselheiro do Rei de Navarra. Sua mãe se chamava Maria de Azpilicueta y Xavier, de família nobre também de Navarra.

Em 1512, o reino de navarra foi atacado por tropas castelhanas e aragonesas. Sua família lutou resistindo à invasão, mas acabaram perdendo a luta. Neste período, aos 9 anos de idade, seu pai veio a falecer. Sua mãe envia-o, então, ao Colégio de Santa Bárbara, na cidade de Paris. Francisco se preparou para entrar na universidade, e terminou os estudos preliminares de literatura, humanidades e filosofia. Aprendeu a falar em francês, italiano e alemão, tornando-se doutor e professor.

Francisco era vaidoso e ambicioso, até conhecer Santo Inácio de Loyola, que lhe ensinou: “Francisco, que adianta o homem ganhar o mundo inteiro se perder a sua alma?”. Com o tempo e os ensinamentos que foi adquirindo, seu coração foi cedendo ao amor de Jesus, até que entrou no verdadeiro processo de conversão e assim se tornou missionário e cofundador da Companhia de Jesus, os chamados Jesuítas.

Depois de se tornar padre, São Francisco foi designado por Inácio a ir em missão para o Oriente. Percorreu grandes distâncias para anunciar Jesus Cristo: evangelizou na Índia, no Japão e se colocou a disposição para ir a China, porém acabou falecendo no caminho, com febre e cansaço.

Francisco de Xavier foi beatificado em 25 de outubro de 1619, pelo Papa Paulo V, e, junto com Inácio de Loyola, foi canonizado em 1622, pelo Papa Gregório XV. Com dez anos de apostolado, tornou-se o Patrono Universal das Missões ao lado de Santa Teresinha do Menino Jesus.

Que possamos rogar a Deus para que nos ajude a sermos cristãos comprometidos com a fé e a verdade de Jesus Cristo, a exemplo de São Francisco Xavier, que dizia: “Ai de mim, se não evangelizar.”

São Francisco Xavier, rogai por nós!

 

Deixe seu comentário

Post relacionados